A importância de falar sobre saúde mental nas empresas

O mundo corporativo, muitas vezes, incentiva e propaga a cultura de produtividade acima de tudo. E com as transformações que vem acontecendo no mercado de trabalho, tornou-se necessário falar, cada vez mais, sobre saúde mental no ambiente empresarial. Trazendo mais relevância e buscando mudanças no dia a dia das pessoas.

Muito mais do que gerar uma discussão sobre a saúde emocional no trabalho, é falar das dificuldades e desafios enfrentados no âmbito legal, afinal, muitas vezes, a doença mental é silenciosa e não é levada tão a sério como a saúde física.

“Ainda é difícil para muitas pessoas desassociarem o pensamento de que o trabalho está apenas ligado a sobrevivência imediata do ser humano. Passamos mais tempo no ambiente de trabalho do que nas nossas próprias casas, por isso, merecemos ser felizes e realizados profissionalmente, entendendo que o nosso trabalho é uma parte de nossas vidas com um propósito muito maior”, reflete Fabiana, diretora da Vipper Talentos.

Por que sua empresa deve falar sobre a saúde mental e investir nos cuidados com os colaboradores?

Quando falamos em acidentes de trabalho, entendemos que precisa ser levado em consideração elementos ou fatores de risco específicos, condizentes com o ambiente de trabalho de uma pessoa. Se tratando de acidentes típicos, é fácil reconhecer o agente causador da situação. As dificuldades começam quando tentamos justificar que o local de trabalho, pode causar doenças mentais!

E as constantes pesquisas confirmam a importância do cuidado e da atenção com o tema. Apesar de nas organizações, não ser comum o diagnóstico de casos graves ou claramente delineados como doença mental ou transtorno mental, a Organização Mundial da Saúde (OMS), traz que:

As principais causas de afastamento no trabalho são: depressão (59%), transtorno de ansiedade (63%), estresse (37%) e burnout (44%). Todas ligadas à saúde mental e emocional dos colaboradores.

A Covid-19 também impactou negativamente a saúde mental das pessoas, segundo a Oracle e Workplace Intelligence (2020). Em todo o mundo, pessoas lutam contra o aumento dos níveis de ansiedade e depressão no trabalho em consequência da pandemia. Os brasileiros são os que mais perdem o sono devido ao estresse e ansiedade relacionados ao trabalho, em comparação com o resto do mundo.

Vale lembrar que a saúde mental envolve aspectos variados da vida, como a satisfação pessoal, a autoestima, a vida social, os cuidados com uma boa alimentação e uma rotina de exercícios físicos. E o trabalho entra como um fator a mais, que precisa ser visto como um equilíbrio dentro de todo o ciclo da vida. Só assim, as pessoas poderão expressar seus verdadeiros desejos e, de fato, serem felizes.

Como promover ações voltadas para a saúde mental no trabalho?

Essa é uma responsabilidade de toda a empresa, especialmente dos líderes e gestores. É preciso analisar sua empresa, identificar as necessidades de atuação. Algumas formas de contribuir são:

• Oferecendo benefícios que promovam a saúde e o bem-estar: plano de saúde, convênio com academias, atendimento psicológico e nutricional;

• Realizando atividades recreativas e/ou ginástica laboral, a fim de promover a saúde física;

• Apoiando seus colaboradores com feedbacks, escuta ativa e canais que permitam o diálogo;

• Realizando ações de promoção e atenção para a saúde, envolvendo colaboradores e seus familiares;

• Optando pelo uso de tecnologias que ajudem a mensurar o clima e a saúde emocional dos seus colaboradores;

• Treinando e capacitando as pessoas para que elas saibam lidar, com empatia e cuidado, com os colegas de trabalho;

• Organizando eventos voltados para a saúde mental, como palestras e rodas de conversa;

• Praticando a escutatória entre os times e promovendo momentos para que eles possam falar sobre suas vidas pessoais;

As empresas são organismos vivos, formados por pessoas que necessitam de um olhar mais humano quando falamos de saúde mental no ambiente de trabalho. E as instituições que não possuem um olhar voltado ao cuidado, não promovam diálogos críticos e constantes entre as pessoas na busca de compreender ou encontrar possíveis problemas, poderão encontrar uma série de desafios ao longo do tempo.

“Passou da hora de as empresas terem um olhar mais atento e empático para a saúde mental dos seus funcionários. Ela reflete na saúde física e no bem-estar da sociedade como um todo. Esse é o papel de todos nós”, finaliza Fabiana.

Gostou do conteúdo? Confira outros textos para te ajudar a crescer na carreira no Blog da Vipper Talentos.

__________

URL: https://vippertalentos.com.br/saude-mental-nas-empresas

Palavra-chave: saúde mental nas empresas